gtag('config', 'AW-961701495');

Automação é maior preocupação da TI no setor de Manufatura

Pentare - Consultoria em Tecnologia

Automação é maior preocupação da TI no setor de manufatura

Estudo da Fujitsu revela que automação está no topo da lista dos investimentos para os próximos 12 meses.

 

Em resposta à crise causada pela pandemia de COVID-19, o setor de manufatura está investindo em automação para se tranformar. Os fabricantes dizem investir mais em automação do que em qualquer outra coisa, com 76,8% planejando projetos nos próximos 12 meses. É o que revela uma pesquisa sobre investimento do setor publicada recentemente pela japonesa Fujitsu.

O estudo sobre tecnologia na área de manufatura ouviu líderes de TIC em 17 países entre fevereiro e março de 2021. Foram ouvidos pela DataDriven – que conduziu a pesquisa – cerca de 210 tomadores de decisão principalmente em organizações com receita entre US$ 1,1 bilhão e US$ 5 bilhões (29,5% do total).

Automação aparece como a principal preocupação e tem como objetivo melhorar qualidade e eficiência operacionais. Sustentabilidade também aprece bem classificada entre prioridades para novos investimentos, segundo o estudo. Os resultados, diz a Fujitsu, sugerem que as empresas perceberam que os consumidores prezam por marcas que se preocupam com o planeta.

Pressão da concorrência

O estudo também descobriu que as indústrias estão experimentando crescentes níveis de concorrência e sentindo pressão competitiva, o que está impulsionando a transformação digital. Cerca de 75% relatam extrema competição global, e apenas 21,7% acreditam não estar expostos a players internacionais. Além disso, 68,7% dos fabricantes enxergam a concorrência adicional de novos entrantes e de disruptores com a intenção de aproveitar a participação de mercado.

Os fabricantes também estão investindo em inovação contínua e projetos de transformação digital. 80% dos entrevistados disseram que os resultados atenderam ou superaram as expectativas. Esses sucessos tem acelerando investimentos, que devem aumentar nos próximos 12 meses.

TI e OT

Mais de dois terços dos entrevistados (69,3%) acreditam que a maior prioridade é melhorar a qualidade do produto em suas aplicações de fabricação, seguida pela melhoria da eficiência por meio de taxas de utilização (67,6%). Melhorar todos os aspectos da segurança é a terceira maior prioridade.

Em termos de tecnologias específicas, as aplicações corporativas primárias são vistas como cruciais. Enterprise Resource Planning (ERP) e Order Processing Software (OPS) permanecem no roadmap. No entanto, há mudança a caminho: 67,4% esperam diversificar cadeias de suprimentos e instalações de fabricação devido à COVID-19. Isso se reflete nos planos de investimentos em aplicações para os próximos 12 meses, e por isso gestão de estoques e pedidos, atendimento ao cliente, Gestão da Cadeia de Suprimentos (SCM) e Gestão de Relacionamento com o Cliente (CRM) ganham relevância, nessa ordem.

O estudo pode ser baixado (em inglês) aqui.

Matéria originalmente publicada aqui.

Compartilhe: